segunda-feira, 29 de abril de 2013

Problema é dinheiro?

3 comentários:
Fim do ano passado. Íamos ao aniversário do filho de uma amiga. Avisei a ele, dias antes, como sempre faço. Então vem a pergunta:

- Mãe, a festa vai ser no salão?
- Não, filho, vai ser na casa dele.
- Aaah, nãooo, tem que ser no salãoooo...

Achei que era hora de ensinar essa criança o valor do dinheiro. Não que eu tenha escondido tudo dele antes, mas ele nunca se apegou a esses detalhes. Pra ele festa era bolo, parabéns, brincar e pronto. Agora, estava envolvido no mundo consumista infantil. Falei:

- Filho, festa no salão é muito caro. Custa muito dinheiro. E a tia não tem dinheiro pra fazer festa no salão. E é por isso que a mamãe nunca fez festa no salão pra você. Entendeu?
- Entendi.

Ele saiu de perto de mim e encerrou (aparentemente) o assunto. Instantes depois, voltou. Me deu uma moeda de R$ 0,01 (não sei onde ele achou isso, fazia séculos que eu não via uma, mas era necessário que a simbologia fosse muito simbólica mesmo) e falou:

- Pronto, mãe. Agora você já pode fazer minha festa no salão.

Segurei a moeda e pensei: "Tá, é isso, agora só faltam R$ 4999,99. Fácil."
Contei pro pai dele, a gente nunca pôde mesmo fazer isso. Íamos dar uma enganada, alugar pula pula, ele tava se conformando, "mas tem que ter videogame, mãe, festa no salão tem videogame.", eu estava tentando bolar uma festa diferente pra ele. Afinal, ele nunca fez questão de nada, nunca pediu nada. Mas aí o marido resolveu que é hora de fazer. E faremos. Graças a Deus. Poder, não podemos, mas não ficaremos mais ricos se não gastarmos esse dinheiro. Meu filho merece!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Formatura e médicos (não necessariamente nesta ordem)

4 comentários:
Vim aqui para mostrar umas fotos da formatura de jardim do meu rebento. Vim também pra falar sobre os médicos. Tem uns meses que ando pesquisando sobre síndrome de Asperger, porque Mateus tem umas características bem parecidas. Interesse restrito, inteligência preservada ou superior à média, respostas socialmente inapropriadas, entre outras. Aí, marquei consulta com a psicóloga, pediatra e neurologista.

Já tinha falado com a psicóloga, que não deu muita bola. Na consulta dos pais, ela falou que acha cedo pra falar sobre autismo e Asperger, por causa da história neonatal dele. Disse que ele já mudou muito (verdade) e que aposta em muito mais mudança no comportamento dele. Fui à pediatra, que se interessou bastante pelo assunto. Disse que ele apresenta sim um comportamento autista, que pode ser Síndrome de Asperger ou só um autismo decorrente da prematuridade dele. Me orientou a levá-lo ao neurologista e disse que pediria à psicóloga para fazer uma nova avaliação.

Então fomos ao neuro. Ele já começou com uma atitude de ponha-se no seu lugar, você é mãe, leiga, eu sou o médico. Não disse estas palavras, mas agiu assim. Me interrompia, enfim, aff! Disse que pode sim ser Asperger (de novo) e pode ser uma sequela da prematuridade. Eu disse que preciso saber, pra saber como lidar, pra falar pra escola, pra explicar às pessoas que lidam com ele... ele disse que não importa, que em um caso ou outro, o tratamento é o mesmo e está correto.

Aí ele vem com a seguinte pergunta: Vocês já fizeram dieta sem glútem com ele? Eu respondi que não. Então ele me fala que alguns autistas melhoram o comportamento quando param de comer glúten. Alan falou: sim, menos em festinhas, e... dai o ilustre doutor vem e diz: ora, leva bolo pra ele, hoje em dia tem farinha sem glúten, macarrão, biscoito, não é tão difícil de achar, no Mundo Verde tem muita coisa... nesta hora eu comecei a bloquear parte do que ele estava falando. Mas ainda ouvi quando ele disse: Glúten e lactose. E lactose tudo, tá? manteiga, queijo, iogurte... comecei a não ouvir mais o que ele dizia. Olhava pra ele, com um leve sorrisinho, o meu clássico "uhum..." até sair do consultório, fazer o eletro que já é de praxe e finalmente ir embora. Enquanto esperávamos o eletro, o Alan estava bem interessado em fazer a tal dieta. E eu, decididamente disse: Não vamos fazer dieta nenhuma. Não vou fazer Mateus passar por este estresse sem nem ter certeza de que vai dar certo. E o comportamento dele vai "melhorar" pra quê?

Se Mateus tivesse um sério problema de saúde, uma alergia, eu não pensaria duas vezes em fazer a dieta. Mas não vou fazer Mateus deixar de comer as coisinhas que ele gosta para tentar fazer com que ele mude seu jeitinho, que eu tanto amo. Foi uma das raras decisões que eu tomo tendo certeza de que estou fazendo a coisa certa. Saí do consultório com o doutor dizendo que o eletro estava ótimo, e que eu deveria voltar depois de 3 meses pra ver o resultado da dieta. Aham, tá. E, no fim, Mateus continua sem um laudo (eu como educadora sinto esta necessidade, não é vontade de rotular meu filho, é só pra ter e dar clareza do tratamento com ele) e não devo voltar ao neuro tão cedo. A psicóloga vai voltar a fazer a avaliação e depois voltaremos à pediatra. Mateus faz 7 anos este ano e até agora... algumas reticências e uma certeza: amo muito meu filho, do jeitinho que ele é e vou fazer tudo - como sempre fiz -  pra que ele viva da forma mais feliz possível. TE AMO, BEBÊ!!!

As fotos:



Este é o Cláudio Matheus, grande amiguinho da escola...

domingo, 23 de setembro de 2012

Um Milagre Chamado Mateus

Nenhum comentário:
Oi, gente, hoje alimentei meu blog e estou aqui pra atualizar o do Mateus. Não foi fácil, fiquei totalmente sem vontade de postar, desde maio, mas mesmo assim não dá pra pensar em fechar os blogs. Quero voltar para este mundinho, retomar algumas amizades, fazer outras... e falar do meu filhão.

Mateus está muito bem. Vem melhorando sua comunicação, usando mais frases abstratas, controlando mais seus impulsos. Passou por uns momentos conturbados logo que chegaram seus prminhos. A escola nos chamou e fomos informados que ele estava tendo um comportamento agressivo, e algumas vezes ciumento. O alerta acendeu, pensamos e nos dedicamos, demos 3 vezes mais carinho e hoje Mateus está maravilhoso. Mas não pede mais pra ter irmãozinho rs... e não gosta muito de interagir com os bebês. Acho que vai melhorar com o tempo.

Meu bebê teve uma pneumonia no meio do ano, perto do recesso de julho, e ficou internado 5 dias. Ainda sofre com a virada do tempo, inclusive hoje fomos ao hospital mais uma vez, teve uma tosse e um esforço respiratório bem grande, mas graças a Deus, depois de uma injeção e 4 nebulizações, melhorou um pouco. É a danada da bronquite, mas meu filhote é muito forte.

Estou pesquisando sobre síndrome de Asperger, mas ainda não tenho nada fechado. É uma coisa que está na minha mente, mas ainda não tive oportundiade de conversar com os médicos sobre. Ele está fechando alguns exames, e vou visitar todos os médicos e vão ter que me ouvir. Preciso fechar um diagnóstico pro Mateus, o tempo está passando, todos sabem que ele é especial, mas não posso dizer o que ele tem. Vou fechar este post de reabertura com umas fotinhos deste ano



.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Dia das mães

Nenhum comentário:
Oi, gente!
Voltei para tirar a poeira do blog e postar umas fotos da festinha do dia das Mães na escolinha do Mateus. Ele está ótimo, lindo, inteligente... rsrsrs está lendo, já sabe jogar videogame, mexe no seu DVD sozinho, tem que ver. Também está esperando e pedindo ao Papai do Céu um irmãozinho(a). Ah, vou aproveitar para postar as fotos do quartinho dele, que reformamos em janeiro. Ficou muito lindo, fiz o projeto (amador, claro rs), Alan e eu executamos tudo. Minha mãe fez as cortinas e deu a TV de presente. Chega de blablabla e vamos aos fatos, ou melhor às fotos.






 Bem, a data obviamente não é essa, mas eu esqueci de configurar antes, agora não dá pra tirar rsrs




E descobri que não tem fotos da cortina. E esse aviãozinho preto é de brinquedo, pendurado no teto por um fio de nylon.

Beijos a todos, vou tentar retomar isso aqui. Beijos!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Bicicleta!

Um comentário:
Compramos a bicicletinha do Mateus no aniversário dele, em junho. E, como toda novidade, Mateus custou pra acostumar com ela. Chegou a dar umas pedaladas, mas depois de uns tombinhos (com bicicleta parada, nem machuca, né...) ele simplesmente se negou a andar.
Até que um dia, enquanto eu trabalhava, o pai resolveu levá-lo e ensiná-lo de uma vez a andar. Levou a uma quadra aqui perto, Mateus recusando, disfarçando, olhando para o céu... e de tanto insistir, Mateus começou a pedalar, mais e mais até aprender de vez.
Hoje, nós só precisamos ajudar a guiar nas curvas fechadas, e dar uma controlada na velocidade (é mole?). Seguem umas fotinhas que eu tirei dele no dia seguinte:

Moleque da mamãe. Imagina quando aprender a andar sem rodinhas? Já era, vai sentir o gostinho da liberdade rsrs...
Bem, gente, é isso. Um abraço a todos!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Desenvolvimento

3 comentários:
Bom dia, pessoas!
Estou numa manhã de folga (manhã essa que está terminando), e resolvi vir aqui dar um up no bloguinho do Mateus. [oh my god, estou vendo uma mãe pintando as unhas do pé de uma menina de 1 mês para diferenciá-la da irmã gêmea.] Seguindo: Estou com uma grande dor na consciência por ter mandado Mateus pra escola, podia ter simplesmente faltado ao serviço à tarde para ficar com ele... tá chovendo horrores, e minha boca está doendo horrores, eu aqui de camisola e meu bebê na creche. ô vida!

Bem, vamos ao meu lindo. Ele está hiper bem na escolinha, aprendendo tudo, tudo. A coordenação motora, a percepção das coisas, a fala dele só melhora a cada dia. A interação com as pessoas também. Já brinca bem com outras pessoas, já entende melhor as regras das brincadeiras. E um detalhe maravilhoso: ESTÁ LENDO!

Começou reconhecendo todo o alfabeto com um brinquedinho que o padrinho e esposa deram a ele: um laptop de brinquedo. Eu, no início, achei que ele era pequeno para aquilo, e ele no início só apertava os botões pra ouvir barulhos. Até que aprendeu a colocar nos joguinhos, e ao apertar as letras, ouvia o nome delas. Assim, aprendeu todas elas.

Então, na escola começaram as famílias. Eu não ensino a ler assim, mas meus alunos são bem diferentes do meu filho. A maioria deles não tem experiência letrada em casa, e ensinar letras soltas não faz sentido pra eles. Mas Mateus tem livros, revistinhas, dvds com legenda, e crianças com a experiência dele são alfabetizadas de qualquer maneira. Quando chegou em casa com a primeira lição e eu perguntei a ele o que era aquilo. Ele me disse: b com a. faz ba. E esse? bi. E esse? be. E assim, ele me mostrou toda a família do b. Então, depois dele me trazer lição com uma ou duas letras, eu o perguntei: E T com A, faz o que? ele pensou... e disse: TA! E T com O? pensou... TO! Então, ele pegou o mecanismo. Comecei a perguntar várias combinações consoante+vogal, e ele respondia todas.

Um dia, brincando com letras móveis de plástico, montei para ele algumas palavras com 2 sílabas. Ele apontava as sílabas, mencionava as letras e juntava primeiro as sílabas, depois formava a palavra. Fiquei extasiada, chamei o pai e ficamos muito felizes. Não esperava que Mateus se alfabetizasse antes da hora. Na verdade tinha medo de que ele não conseguisse aprender com facilidade. E ver que ele conseguiu, e aos 5 anos, realmente é um milagre!

Bem, agora eu tenho que me segurar pra não hiperestimular ele, porque essa não é a atividade preferida dele. Ele faz, mas prefere desenhar e pintar, lógico. Se eu o estimular demais, vai enjoar logo, e ele ainda tem muito tempo de alfabetização pela frente. Ano que vem ainda vai fazer o pré 2, e só em 2013 vai pro primeiro ano. Vai ser um desafio manter o empenho dele durante esse tempo, já que pegou o mecanismo da leitura, e a escrita já se aproxima muito da alfabética (escrita convencional). Se eu ditar a palavra separada por sílabas, ele escreve perfeitamente. Se deixar ele escrever espontaneamente, omite algumas letras, por exemplo: BOA (bola), KNEK (caneca). Está na hipótese silábico-alfabética, ou seja, escreve ora 1 letra, ora 2 letras por sílaba.

No momento é só. Claro que tem muitas novidades sobre o Mateus, mas depois eu continuo. Um abraço a todos!

domingo, 21 de agosto de 2011

5 anos

2 comentários:

Lanchando com os primos em Cambuci

Entregando o presente da escola pelo dia dos Pais

Esse sorrisinho maroto...

Brincando no terraço

alinhado na Igreja, dia de casamento

Bem, agora Mateus não toma mais gotinha. Estranho, isso! Já já vai pagar passagem no ônibus, e já entra na lista de convidados das casas de festa. Meu filho é gente! rsrsrs

Bem, ele está indo muito bem na aprendizagem da escolinha. Aprendeu todas as letrinhas do alfabeto com a ajuda do seu laptop, e já sabe algumas palavras que começam com cada letra. Já escreve seu primeiro nome sem apoio, conhece as vogais e encontros vocálicos (obs.: eu sempre odiei esse negócio de ensinar encontros, porque acho que não é uma aprendizagem contextualizada, mas não é que o garoto tá aprendendo direitinho? E eu, claro, fico orgulhosa!) e os números, oficialmente até dez, mas forma dezenas com facilidade também.

Agora, vamos matriculá-lo na natação, finalmente. Acho que vai ajudá-lo no desenvolvimento motor, parte respiratória e também a melhorar seu sono. Pena que não vou poder acompanhá-lo, já que fará à tarde, em dias que estou trabalhando. Mas, claro, vou dar um jeitinho de vez em quando pra vê-lo.

Estamos trabalhando, junto com a fono e a psicóloga, para melhorar sua interação com outras crianças. Ele ainda está muito tímido, não gosta muito de conversar com os outros, gosta de brincar próximo, mas não brincar junto. Essa semana vimos algumas evoluções, e sinto que isso vai melhorar cada vez mais.

Bem, pessoal, é isso por enquanto. Um grande beijo pra todos!

sábado, 20 de agosto de 2011

Tentando voltar

Um comentário:
Olá, leitores amados, estou de volta. Sei que quase ninguém mais deve passar aqui, já que deixei abandonado mais uma vez o blog do meu príncipe, mas mesmo assim, estou voltando. Prometo (ai ai... de novo) que vou postar com mais regularidade. Neste momento são quase 23h e eu tenho que acordar às seis amanhã. Estou postando só pra tirar o pó desse cantinho, mas devo voltar amanhã com assunto. Por enquanto, dou notícias que Mateus está ótimo, graças a Deus, cada vez maior e mais esperto. Um beijo a todos!

domingo, 26 de junho de 2011

Aniversário

3 comentários:




Depois de milênios sem postar, aqui estou eu de volta para mostrar a vocês a festinha que fizemos esse ano pro Mateus. Gente, aniversário de filho sendo um bolinho na cozinha de casa ou uma mega festa de 5 mil é um grande evento, não? E o clima de expectativa, a empolgação da criança são um tempero a mais nisso tudo.

Esse ano eu resolvi fazer a festa no parquinho do shopping novo que abriu aqui perto de casa. A gente gasta uma graninha um pouco maior do que gastaria fazendo em casa e, claro, infinitamente menor do que gastaria numa casa de festas, e tem direito ao espaço do salão e cartões para as crianças convidadas brincar à vontade nos brinquedos do parquinho. Alan ficou apaixonado pela ideia e eu me convenci.

Mateus amou a ideia, e contava os dias para a festa. E, sinceramente, nós também. Estávamos preocupados porque mesmo deixando de convidar muita gente que queríamos, achamos que era gente demais pro tamanho do salão. Bem, faltou muita gente, mas o que importa é que os que foram se divertiram a roooooodo! sobrou um monte de comida porque as crianças não queriam saber de ficar dentro do salão. E os adultos também, claro.

E, gente, ver filho feliz é bom demais. Antes de ter o Mateus eu simplesmente não acreditava nisso, mas é incrível. Gosto mais de ver Mateus ganhando e gostando de um presente do que de ganhar. Me mato de trabalhar numa festinha, feliiiiz da vida, porque sei que ele vai ficar feliz. Fico igual criança vendo as coisas que inventei pra enfeitar ou dar de lembrança.

Enfim, estou morta de cansaço, mas muito, muito feliz!

terça-feira, 31 de maio de 2011

Inverno chegando!

3 comentários:
Mas Graças a meu bom Deeeus! Mateus tem ficado muito bem. No máximo uma tossezinha, cheguei a nebulizá-lo e medicá-lo com os remédios de praxe e tudo ficou bem. Eu é que estou com uma gripe querendo me pegar, uma dor no corpo danada, dor de garganta... espero ficar boa logo.

Estou meio sem tempo pra atualizar as fotinhas do Mateus, aliás temos tirado poucas. Por isso fico postergando pra escrever no blog, pois não gosto de post "pelado". Mas não posso deixar de escrever por tanto tempo, e deixar as amigas sem notícias.

Mateus está uma gracinha, indo muuuuito bem na escola, surpreendendo a cada dia. Já decidimos como será a comemoração do niver, vai ser beeem limitada esse ano, por causa da falta de dindim. Mas vai ser caprichado porque ele merece. E já está ansioso pela "festa do peixinho" (Nemo, vai ser o tema).

Vou terminar com uma pérola do meu anjinho:
*************************************************************
- Mãe, quero escrever no seu computador (o notebook).
- Não, Mateus. Escreve no seu (o laptop de brinquedo).
- Aaaah, mamãeeee... eu quero escrever o "S"! eu quero escrever no seu computadoooor! (chorando)
- Não vai, Mateus.
O pai:
- Quando você for grande vai poder escrever no computador. Você é pequeno ainda.
- Eu sou maiúsculoooo!!! Eu sou maiúsculooooo!!!!
*************************************************************

Um enorme beijo a todos!

Pesquise aqui